Cloro, PH e AlcalinicadeCorreções Alcalinidade, cloro e PHTratam.QuímicosTratamentos

Alcalinidade, PH e cloro




Neste capitulo iremos fazer a medição do trio: Alcalinidade, PH e Cloro, elementos essenciais para manter o equilíbrio e a água isenta de proliferações de algas, bactérias e micro-organismos.

Atenção:

A sequência correta para verificar os níveis do trio é: ALCALINIDADE, PH E POR ÚLTIMO CLORO, caso não corrigir nesta ordem irá gastar produto a mais, além de desajustar outras medições.

ALCALINIDADE

A alcalinidade ideal seria entre 80 e 120 ppm , pois isso dá estabilidade ao pH e facilita seu controle, melhora a atuação dos produtos utilizados no tratamento e a qualidade da água.
Verificar a alcalinidade é essencial para manter o equilíbrio da água, nunca deixar de medir a alcalinidade, para medir você deve colher a água em um recipiente na medida de 25 ml, lembrando que a coleta tem que ser feita meio metro abaixo do nível da água, pingar três gotas de reagente AT1 (azul) agitar bem, logo após pingar gota a gota o reagente AT2 (transparente), sempre agitar a cada gota e contar as quantidades adicionadas, observar que as primeiras gotas a cor continua a mesma, a medida que adicionar, vai chegar o momento em que ela vai trocar a cor de azul para rosada ou amarelada, neste momento você contabilizou a quantidade de gotas, se estiver entre 8 e 12 gotas a alcalinidade está boa (ideal 10 gotas),  a seguir iremos demonstrar como medir:

at2azul

at1branco

rosado

Como corrigir a alcalinidade:

Supomos que na medida da alcalinidade a contabilização das gotas tenha mudada a cor de azul para rosada ou amarelada na sétima gota, você precisa fazer um pequeno ajuste, por convenção a cada gota a menos você precisa adicionar 1 kg de bicarbonato de sódio, neste caso adicionaremos, veja como colocar:
Ao adicionar o bicarbonato de sódio, programar para uma hora a alavanca do filtro para recircular e os registros de retorno e fundo de ralo abertos, você deve colher um balde de água da própria piscina e misturar bem, colocar lentamente a metade em uma das saídas da água e metade em outra, conforme fotos abaixo:

maisalcalinidadealcalinidade

 

alcalinidade1alcalinidade2

Como verificar o nível de cloro e PH livre na água em uma escala que vai de 0.5 PPM (parte por milhão) até 5.0 PPM parte por milhão.

Para isto vamos usar um estojo conforme foto abaixo, com a bisnaga chamada reagente para análise de cloro (ortotolidina), solução B e reagente Vermelho-Fenol, solução A.

Figura 1
foto_estojo_bisnaga

 Figura 2

Preparar para a coleta da água através do estojo, teremos que mergulhar o estojo meio metro abaixo do nível da água, virando o orifício para baixo, quando chegar a medida ideal virar o estojo na posição normal, como demostramos na foto:

coletaragua

 Figura 3

Após a coleta teremos que retirar com o dedo um pouco de água deixando no nível indicado como na foto abaixo:

foto_nivel_agua_estojo

Figura 4
Pingar 4 gotas do reagente B na parte do cloro (CL) e 4 gotas do reagente A na parte do PH:
Observação: Verifique no estojo qual a recomendação do fabricante, alguns pedem 5 gotas o da Genco no exemplo são 4 gotas.

foto_pinga

 Figura 5

Logo após fechar a tampa e agitar bem a solução, a cor ideal deveria ficar nestas faixas:
O pH deve ser mantido entre 7,2 a 7,8 e o residual de cloro entre 2 e 4 ppm (partes por milhão).

foto_ideal

 Figura 6

Neste caso abaixo, a água está superclorada e o PH está excelente: 7,6. 

Foto_superclorada

Figura 7
Para corrigir a supercloração, iremos colocar diminuidor de cloro, como referência colocar 200ml para uma piscina de 48mil litros de água.

diminuidor de cloro

Figura 8
Outro exemplo ideal para o cloro e PH:

clorook

Vejam este vídeo exatamente a sequencia para medir a medição da Alcalinidade, PH e cloro, com todos os detalhes:

Observações:

1 – Qualquer produto que for colocado no tratamento, somente liberar os banhistas após uma hora, com exceção à super cloração, liberar somente quando ficar em níveis das faixas entre: 2.0 a 4.0.

2 – Alguns fabricantes colocam nos rótulos dos produtos qual o tempo ideal para o usuário entrar na água.

3 – Após colocar os produtos para correção, somente reavaliar novamente as medições após três horas.

4 – Qualquer produto líquido não há necessidade de colocar em um balde para depois misturar e colocar na água, pode-se espalhar a quantidade para a correção em várias partes da piscina, caso usar o balde seria melhor misturar pouca água e espalhá-la, neste caso somente vai auxiliá-lo se a dosagem for baixa. 

5 – Qualquer produto em pó como o cloro granulado, bicarbonato de sódio, barrilha, etc. É obrigatório misturar em um balde com água e misturar bem com um auxílio de um cabo de madeira qualquer, isto é válido somente para piscinas de vinil e de fibra, pois o cloro poderá concentrar no fundo e manchar a piscina, em caso de alvenaria não é necessário, mas dependendo do caso poderá ficar concentrado o cálcio no fundo da piscina, logo após é só passar uma escova para espalhar.